Marketing Jurídico em Ascensão em 2023: Tendências e Desafio

Descubra os principais insights trazidos pelo Censo Jurídico de 2023 sobre Marketing Jurídico e porque seu escritório deve investir nisso.

por Alessandra Strazzi

26 de outubro de 2023

Comentáriosver comentários

Capa do post Marketing Jurídico em Ascensão em 2023: Tendências e Desafio

Resumo:

O marketing jurídico em 2023 é uma poderosa ferramenta para impulsionar o crescimento dos escritórios e foi eleito pelos advogados como o tema de maior destaque do ano. Neste artigo, abordamos alguns insights trazidos pelo Censo Jurídico de 2023, porque o marketing foi apontado como um dos assuntos mais importantes e os motivos que justificam essa mudança de paradigma na advocacia, especialmente o Provimento n. 205/2021 do CFOAB. Também comentamos quais iniciativas de marketing têm trazido mais resultado para os advogados, a importância do marketing de conteúdo e refletimos sobre o caminho que o marketing jurídico poderá tomar nos próximos anos.

1) Introdução

Conhecer o meio em que trabalhamos é fundamental para entender as necessidades e conseguir extrair o melhor da nossa profissão. Então, assim que foi divulgado o Censo Jurídico de 2023 , já corri para analisar os resultados!

🤓 Achei a leitura rica e as informações tão valiosas que tive vários insights sobre assuntos muito importantes para os advogados. Por esse motivo, decidi escrever o artigo de hoje, com o foco em um dos dados mais relevantes do Censo: o Marketing Jurídico .

Vou começar explicando o motivo para o assunto ter sido elencado como de maior destaque pela advocacia em 2023. Depois, quero comentar quais as iniciativas de publicidade têm dado mais resultado na prática.

Para encerrar, vou aproveitar para compartilhar minha visão sobre o caminho que o marketing jurídico irá tomar nos próximos anos.

Espero trazer reflexões úteis para você sobre esse assunto tão relevante para a advocacia e que amo estudar. Se alguém ainda duvidava da relevância da matéria, os resultados do Censo estão aí para esclarecer qualquer questionamento!

Para você conferir o conteúdo completo, vou deixar nas fontes os links para o Censo Jurídico de 2023 e também dos anos anteriores, ok? Recomendo a leitura, vale muito a pena! 🤗

Antes de continuar com o artigo, vamos conversar… Será que existe uma fórmula garantida para atrair clientes na internet?

É claro que existe!

Eu compilei todo meu conhecimento de mais de 10 anos trabalhando com marketing jurídico digital e produção de conteúdo jurídico na internet em um guia: o ebook Marketing Jurídico Vencedor: Como Atrair Clientes Online

Meu objetivo com o livro é ensinar a você uma fórmula garantida para que os clientes encontrem você , sempre respeitando as normas da OAB!

Este ebook traz pra você os 5 Pilares da Prospecção Online:

  1. Estratégias para você se destacar online e ser encontrado pelos seus clientes
  2. As novas regras de marketing jurídico da OAB
  3. Marketing Jurídico orgânico: branding, site, SEO, redes sociais, produção de conteúdo, cartão de visitas, WhatsApp, correio eletrônico e mais!
  4. Marketing Jurídico pago: como chegar aos clientes com anúncios de forma ética e eficiente
  5. Tudo o que você precisa para montar e ter sucesso com um escritório de Advocacia digital

👉 Então clique aqui para se tornar um ímã de clientes através da internet! 😉

2) Marketing Jurídico: Por que é o Assunto de Maior Destaque e Atividade mais Importante na Advocacia em 2023?

Quando observamos o Censo Jurídico de 2023, fica claro que o Marketing Jurídico é o assunto de maior destaque para os advogados. Além disso, ele também é a atividade mais importante para a advocacia atualmente, segundo o estudo.

Para você ter uma ideia, em segundo lugar no ranking está a prospecção de clientes. Ou seja, o marketing ultrapassou até mesmo a captação de clientela.

Em um recorte bem recente, dá para notar que no ano de 2020 , o Censo apontou que apenas 11% das respostas consideravam o Marketing Jurídico Digital uma “ tendência do universo jurídico ”.

Já em 2023 , nada menos que 41% dos advogados consideram que essa atividade é a mais importante para o escritório. 🤯

Olha só esse comparativo com os dados dos Censos que demonstra a diferença na percepção da importância do Marketing Jurídico para a advocacia nos últimos anos:

2020

2023

🤔 “Nossa, Alê, que salto gigantesco, praticamente quadruplicou. Mas qual o motivo disso?”

Eu considero que foram duas as razões principais para esse aumento significativo no interesse dos advogados no Marketing Jurídico: o aumento do trabalho remoto gerado na pandemia e também o Provimento n. 205/2021 da OAB.

A seguir, vou comentar cada um desses fatores e explicar minha visão sobre os resultados do Censo de 2023! 😊

2.1) A realidade online: como a COVID-19 alavancou o Marketing Jurídico

A pandemia da COVID-19 atingiu em cheio não só o campo jurídico, como praticamente todos os setores da economia e da vida em sociedade. Foi necessário se reinventar, adaptar às mudanças e levar em conta a nova realidade naquele momento.

🧐 Todas as áreas que podiam trabalhar por via remota, em regime de home office ou em outros locais diferentes de um escritório, por exemplo, fizeram essa alteração. Mas, isso aconteceu de uma forma repentina e forçada , sem muito planejamento, por necessidade.

Como a vida passou de um ambiente de contatos físicos e pessoais para um ambiente online, tudo mudou.

Inclusive a forma tradicional de prospectar clientes, que de uma hora para a outra simplesmente não funcionava mais. Esse cenário demandou uma atividade criativa maior, mais tempo e recursos investidos no Marketing Jurídico. 🤓

Afinal, com todo mundo em casa, o consumo de conteúdos na internet disparou. Podcasts, vídeos, artigos em blogs, posts em redes sociais e até mesmo os atendimentos via Google Meet ou WhatsApp entraram em jogo.

Tudo isso gerou a necessidade de maior dedicação dos advogados em criar um conteúdo diferente e adequado para o seu Marketing Jurídico digital. Só assim seria possível prospectar mais clientes. ✅
Não é à toa que o mesmo Censo Jurídico 2023 apontou que 45% dos profissionais da advocacia colocaram como prioridade a expansão do marketing dos escritórios:

Esses resultados são bastante esclarecedores e demonstram como o pensamento do advogado mudou de 2020 até agora. Afinal, no censo daquele ano, apenas 16% consideravam o Marketing Jurídico como uma prioridade no futuro.

👉🏻 Observe:

Além da mudança no panorama dos atendimentos, da prospecção de clientes e da própria atuação da advocacia em geral, existe outro motivo para o Marketing Jurídico ter tomado essa proporção muito maior: o Provimento n. 205/2021 do CFOAB. 🗓️

2.2) O Provimento n. 205/2021 do CFOAB: publicidade na advocacia regulamentada

📜 O Provimento n. 205/2021 do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) regulamentou a publicidade e a informação na advocacia. Ele ainda revogou o antigo Provimento n. 94/2000.

Que a OAB é rigorosa com o Marketing Jurídico todos nós sabemos e a discussão sobre o que era ou não permitido nesta área já era presente mesmo antes da pandemia.

Com o novo cenário, foi acelerada essa discussão e o Provimento n. 205/2021 do CFOAB veio para atualizar as regras sobre a publicidade na advocacia.

Afinal, além de deixar bem claro o que era ou não possível fazer, a nova norma ainda levou em conta a realidade dos formatos onlines, os instrumentos digitais e as ferramentas de marketing que estão presentes atualmente.

⚖️ Enquanto as regras anteriores eram, na minha opinião, muito vagas, o Provimento n. 205/2021 trouxe previsões objetivas e uma maior segurança para a publicidade na advocacia. Aliás, a própria nomenclatura foi abordada na normatização.

Ocorreu a oficialização da expressão “Marketing Jurídico”, já que era utilizada “Publicidade” antes. Um pequeno detalhe, mas que faz bastante diferença na prática.

Inclusive, o art. 4º do Provimento n. 205/2021 mencionou o termo marketing de conteúdo jurídico e passou a expressamente permitir o uso de publicidade ativa ou passiva, desde que não incentivem a mercantilização. 🧐

Sei que muitos advogados criticam a timidez do Provimento e acreditam que a OAB poderia ter disciplinado vários outros aspectos. Mas acredito que foi um passo importante e que deve ser comemorado pela advocacia, mesmo que alguns tópicos tenham ficado de lado.

Ao meu ver, o Provimento contribuiu ativamente para que os advogados dessem uma atenção maior a ao marketing.

Isso se comprova pelo aumento e destaque do Marketing Jurídico como assunto de interesse na comparação dos resultados entre os Censos. Também, por ser considerado uma das atividades mais importantes da advocacia em 2023!

Está gostando do artigo? Clique aqui e entre no nosso grupo do Telegram! Lá costumo conversar com os leitores sobre cada artigo publicado. 😊

3) Quais atividades de marketing que mais tem dado resultado no setor jurídico?

🤔 Essa é uma dúvida que muitos advogados possuem, até pela intenção de aplicar nos seus escritórios um método de publicidade que realmente dê certo.

Acontece que, na prática, a resposta para essa pergunta varia muito, de acordo com uma série de fatores. Cada lugar, área de atuação e estilo de advocacia tem a própria realidade, com suas experiências individualizadas.

🧐 Por esse motivo, é fundamental observar o que é melhor para o seu nicho, qual Marketing Jurídico dá mais retorno para a sua atividade e como é possível extrair mais do seu campo.

Afinal, a advocacia consultiva cível tem clientes, desafios e necessidades diferentes de quem atua focado no contencioso trabalhista, por exemplo. Essas diferenças se refletem no que terá mais resultado em termos de publicidade.

“De fato, Alê, mas você não pode dar umas dicas não?”

🤓 Eu posso comentar sobre o Marketing Jurídico digital , um assunto que tenho mais conhecimento e consigo falar com mais segurança.

Esse tipo de publicidade tem um grande número de possibilidades que podem ser exploradas pela advocacia para obter um retorno interessante.

São, de fato, muitos canais que podem e, inclusive, devem ser usados ao mesmo tempo, para atingir o maior número de pessoas. Por exemplo, um post no Instagram aliado a um vídeo no Youtube ou uma postagem no LinkedIn junto com um artigo no seu blog. 📝

Além de todas essas plataformas, existem ainda as questões quanto às estratégias a serem utilizadas na sua publicidade.

É possível usar canais de tráfego pago, onde o advogado investe dinheiro para ter o anúncio mostrado mais vezes. Por exemplo, por meio do Google Ads ou de destaques no Facebook. 😉

Também dá para trabalhar o marketing através do tráfego orgânico (sem precisar investir em anúncios), com postagens em redes sociais, interações no Instagram, vídeos no Youtube, artigos de blogs etc.

Por falar nesse assunto, as interações com os potenciais clientes são muito importantes para o seu Marketing Jurídico funcionar, não é mesmo? 🤗

Recentemente, publiquei um artigo completo sobre UX Design na advocacia que pode lhe ajudar bastante a entender como proporcionar a melhor experiência aos clientes nos pontos de contato digitais.

Você vai encontrar dicas práticas e explicações sobre o assunto. Confere depois, porque o tema ainda não é muito explorado pelos advogados e pode trazer um diferencial para você!😊

3.1) O que é o mais importante para o Marketing Jurídico?

Na minha análise e considerando minha experiência, se precisasse eleger a atividade mais importante para o Marketing Jurídico, sem dúvidas seria o Marketing de Conteúdo.

Esse é o tipo mais eficiente e que gera o maior impacto na audiência, sem contar que ele também auxilia na construção de uma imagem de autoridade do advogado na área, para que seja visto como referência. ⚖️

Assim, os potenciais clientes que observam essa publicidade olham a sua advocacia de outra forma, já que o conteúdo ajuda na criação de confiança dessas pessoas com seu trabalho.

📜 Por exemplo: escrever um artigo no seu blog sobre a aposentadoria programada, uma nova modalidade de se aposentar que chegou com a EC n. 103/2019 atrai quem deseja saber mais sobre o assunto.

Explicar os requisitos, as particularidades e as diferenças desse tipo de benefício em comparação com os outros, trazendo exemplos, passa uma ótima impressão a quem está lendo. Um bom conteúdo posiciona o advogado como especialista na área.

Aí fica muito mais fácil os clientes confiarem em você e contratarem os seus serviços. 😉

Por isso eu acredito que o marketing de conteúdo é a estratégia que traz mais resultados e a mais sustentável no longo prazo.

Sempre lembrando que, a depender do tipo de advocacia e da área de atuação, isso varia. Cada experiência tem necessidades, clientela e objetivos diferentes, por isso é importante observar a personalização, para escolher o melhor para o seu caso.

4) Para onde o Marketing Jurídico vai evoluir e quais os riscos?

🧐 É muito provável que o Marketing Jurídico será cada vez mais focado no digital , em ferramentas online e demais instrumentos que a internet proporciona. Ao menos, os últimos anos têm mostrado isso de forma consistente.

Aliás, acredito que com as novidades que estão chegando com a inteligência artificial, alguns cenários bem interessantes vão acontecer.

Em um primeiro momento, a revolução gerada pelas ferramentas de IA (como o ChatGPT) possivelmente vai resultar em um Marketing Jurídico mais genérico e impessoal.

Os canais de comunicação ficarão saturados de artigos, posts e vídeos muito parecidos e sem diferencial. Isso vai fazer com que a audiência pare de prestar atenção.

Então, o advogado que produzir conteúdo de qualidade , vai se destacar. E se ele souber utilizar as ferramentas de IA de forma correta e com equilíbrio, as oportunidades de crescimento serão cada vez maiores! 😉

Isso porque o Marketing Jurídico tem muito a ganhar com a Inteligência Artificial, aliando o aumento de produtividade e eficiência na criação de conteúdos com o toque pessoal. A personalização, revisão por humanos e criatividade faz toda a diferença na prática.

🤓 Então, o caminho, na minha visão, é realmente o digital, aproveitando as conexões e facilidades de contato permitidas pela internet, aliada às novas funcionalidades com IA.

Por isso é que eu digo que o destaque vai ficar nas mãos de quem souber, de fato, aproveitar os recursos tecnológicos, a Inteligência Artificial e aprender com as experiências.

Antes de irmos para a conclusão, quero aproveitar para deixar uma dica para os colegas previdenciaristas!

Acabei de publicar sobre o Tema n. 1.247 do STF, que reconheceu a repercussão geral sobre a contribuição previdenciária da segurada empregada que recebe o salário-maternidade.

Esse julgamento pode trazer novidades significativas, favoráveis ou desfavoráveis para essas filiadas do RGPS. Então, não deixa de dar uma olhada depois, ok? 😊

5) Conclusão

O Censo Jurídico de 2023 trouxe informações valiosas para a advocacia e deixou claro um fato: o Marketing Jurídico tem se transformado nos últimos anos. Cada vez mais o seu papel e a sua importância ficam evidentes.

É sempre relevante trabalhar com resultados de pesquisas, porque isso traz um retrato da realidade no momento em que ela é feita. E dá para extrair muitas reflexões interessantes disso!

🤓 Por esse motivo, no artigo de hoje resolvi comentar o porquê o Marketing Jurídico é o tema de mais destaque para a advocacia em 2023, de acordo com o Censo.

Também mostrei quais foram as atividades relacionadas ao marketing que tem dado mais retorno para o setor jurídico, destacando a importância do Marketing de Conteúdo e das mídias digitais.

Para encerrar, trouxe uma análise sobre os caminhos e os riscos do Marketing Jurídico para os advogados. É fundamental considerar que há oportunidades e perigos para conseguir os melhores resultados na prática.

Espero, com isso, ter explicado como a publicidade tem mudado aos olhos da advocacia ao longo dos anos e como você pode aproveitar isso ao máximo na sua atuação.

Aliás, além desse tema, existem vários outros dados interessantes no Censo. Você acha que seria legal trazer mais conteúdos sobre o assunto? Me conta sua opinião e aproveita para deixar sugestões nos comentários!🤗

E não esqueça de conferir o ebook Marketing Jurídico Vencedor: Como Atrair Clientes Online.

👉 Clique aqui para se tornar um ímã de clientes através da internet! 😉

Fontes

Além dos conteúdos já citados e linkados ao longo deste artigo, também foram consultados:

PROJURIS – Censo Jurídico

Censo Jurídico – 2023

Censo Jurídico – Versões Anteriores

O Raio-X do advogado brasileiro em 2023

Alessandra Strazzi

Alessandra Strazzi

Advogada por profissão, Previdenciarista por vocação e Blogueira por paixão.

Deixe um comentário aqui embaixo, vou adorar saber o que você achou!


Artigos relacionados