Escritório de Advocacia Eficiente: Esta Matriz é o Segredo

Descubra como priorizar as tarefas mais importantes e conseguir dedicar tempo a atividades que de fato aumentam o crescimento do escritório.

por Alessandra Strazzi

2 de novembro de 2023

Comentáriosver comentários

Capa do post Escritório de Advocacia Eficiente: Esta Matriz é o Segredo

Resumo:

De acordo com o Censo Jurídico de 2023, estamos investindo mais tempo em tarefas cotidianas, esquecendo quase que totalmente das tarefas estratégicas para o crescimento do escritório a longo prazo, como o marketing e a prospecção de clientes. Neste artigo, analisamos os dados da pesquisa e fizemos um diagnóstico do problema, apontando possíveis motivos e soluções para equilibrar todas as demandas do escritório. Também comentamos como a Matriz de Eisenhower (método de gestão de tempo e produtividade) pode ajudar a definir as prioridades, delegar funções e investir energia naquilo que efetivamente trará retorno para o advogado.

1) Censo Jurídico 2023 revelou o maior problema da advocacia

O Censo Jurídico de 2023 trouxe muitas informações valiosas em um autêntico raio-x da advocacia atual. Analisar os resultados me deixou muito animada para compartilhar minhas reflexões com vocês! 🤗

Ao meu ver, o censo revelou que um dos maiores problemas dos advogados na atualidade é priorizar as tarefas do dia a dia.

Com base nos resultados da pesquisa, notei que o que é considerado importante não é o que toma mais tempo da advocacia.

Há uma contradição: estamos investindo mais tempo em tarefas cotidianas, esquecendo quase que totalmente das tarefas estratégicas para o crescimento do escritório a longo prazo, como o marketing e a prospecção de clientes.

🤓 Por esse motivo, decidi dedicar o artigo de hoje à analisar os dados da pesquisa e trazer algumas alternativas para superarmos esse desafio!

Para começar, vou mostrar quais são as atividades mais importantes para os advogados e quais tomam mais tempo. Depois, vou fazer um diagnóstico do problema , apontando possíveis motivos e soluções para equilibrar tarefas importantes e urgentes.

Inclusive, vou compartilhar um método de gestão de tempo e produtividade que ajuda justamente a definir as prioridades do escritório. Quero mostrar como ele funciona, como você pode usar no dia a dia e quais as vantagens.

Aproveita para colocar em prática hoje mesmo e traçar um plano eficiente para crescer seu escritório. Tenho certeza que alcançará resultados incríveis já para o próximo ano! 😉

2) A atividade mais importante de um escritório de advocacia (Censo Jurídico 2023)

Analisando o Censo Jurídico de 2023, notei que 2 assuntos são considerados mais importantes pelos advogados: marketing jurídico e captação de clientes.

🤗 Isso faz todo o sentido, considerando que os grandes anseios da advocacia são expandir a clientela para alcançar mais contratações e aumentar o faturamento.

Inclusive, no meu artigo anterior sobre marketing jurídico, comentei que 52% dos advogados consideram que esse assunto terá o maior destaque no mundo do Direito em 2023.

Além disso, nada menos que 41% julgam que essa é a atividade mais importante para o escritório, o que demonstra a relevância do tema! 🤯

Já em relação à captação de novos clientes , 40% dos que responderam ao Censo consideram que esse será o maior destaque do mundo jurídico em 2023. E 66% dos advogados, ⅔ dos entrevistados, disseram que essa é a tarefa de maior importância.

Eles são, de fato, os dois pontos de maior interesse da advocacia segundo o Censo Jurídico, e o cenário do mercado atualmente corrobora isso!

2.1) Relembrando os resultados do Censo Jurídico 2023: destaque e importância

🧐 Vou deixar o link do Censo Jurídico de 2023 nas fontes, mas só para você entender melhor, olha só os dados obtidos na pesquisa com relação ao marketing jurídico e captação de clientes:

Assunto destaque do mundo jurídico em 2023 - pesquisa
Relatório atividades jurídicas mais importantes em 2023

🤓 Analisando esses dados, dá para afirmar com segurança que as 2 atividades consideradas mais importantes pelos advogados são, sem nenhum questionamento: a captação de clientes e o marketing jurídico.

Mas, apesar desses resultados, existem outros dados em diferentes campos no Censo que demonstram uma curiosa e preocupante contradição no dia a dia da advocacia…

3) Atividades que tomam mais tempo dos advogados

No tópico anterior ficou claro que as atividades mais importantes para os advogados são a captação de novos clientes e o marketing jurídico. Mas será que essas também são as tarefas que mais tomam o tempo? 🤔

A resposta, curiosamente, é não. Aliás, o Censo Jurídico 2023 mostra que a realidade está bem longe disso.

🤯 Quando fiz a análise dos resultados, notei que eles mostram que as atividades que tomam mais tempo no dia a dia são outras :

1º) Peticionamento e redação de petições (44% das respostas)

2º) Consultas/atendimentos (33% das respostas)

3º) Controle de tarefas (27% das respostas)

Confira o ranking completo:

Atividades que tomam mais tempo de um advogado

🧐 Observe que a captação de novos clientes ocupa apenas o 5º lugar nas atividades que mais tomam tempo dos advogados, com 19%. O Marketing Jurídico está logo na sequência, em 6º lugar, com apenas 8% das respostas.

Ou seja, há uma contradição clara entre o que a advocacia considera de fato importante e aquilo que ela demora mais para fazer no dia a dia.

😉 Para facilitar a comparação, fiz até um quadro elencando o que é mais importante x o que toma mais tempo:

O que é mais importante para a advocacia? O que ocupa mais tempo na rotina do advogado?
Captação de novos clientesMarketing JurídicoControle de tarefas/atividadesFazer bons atendimentos/consultasPeticionarRedação de peçasPrecificar serviçosFazer consultas/atendimentos PeticionarRedação de peçasConsultas/AtendimentosControlar tarefas/atividadesCaptar Novos ClientesMarketing JurídicoAudiênciasRelatórios

Analisando os dados que o Censo Jurídico 2023 mostra, cheguei à conclusão de que a conta não fecha.

O que é considerado importante não está recebendo investimento de tempo suficiente e tarefas que ficam bem mais atrás no ranking de importância são as que ocupam mais o dia dos advogados.

Então, passei a me questionar: qual seria o motivo para isso?

4) Diagnóstico do problema: priorização de tarefas

🤓 Após a análise dos resultados em relação a quais são as atividades mais importantes e as que tomam mais tempo da advocacia, cheguei a algumas conclusões. A principal delas é que o grande problema está na priorização das tarefas!

Mas, primeiro gostaria de deixar claro que essa é a minha opinião , construída com base na interpretação que fiz após estudar os dados do Censo Jurídico de 2023. Não é (e nem quero que seja tratado) como uma verdade absoluta.

Aliás, adoraria saber o que os leitores pensam sobre isso, então aproveitem para compartilhar suas conclusões comigo nos comentários? Estou muito curiosa para saber a opinião de vocês! 😊

Acontece que depois de um estudo detalhado do que o Censo mostrou, de fato o que pude notar foi uma dificuldade na hora de definir a priorização das atividades. O que a advocacia considera importante não tem sido tratado como prioridade.

Como consequência, o escritório sofre, empenhando grande esforço para muitas vezes nem gerar o resultado almejado.

4.1) Analisando dados para entender o problema

🧐 Para entender e explicar qual o motivo desse problema, primeiro vou novamente voltar aos resultados do Censo Jurídico de 2023. Dessa vez, vou lhe mostrar outro dado relevante para a discussão: as características do trabalho dos advogados e a experiência deles.

Segundo o estudo, a maioria trabalha sozinho, o que corresponde a 39,75% das respostas. Equipes de 2 a 5 profissionais, por sua vez, são 42,92% dos escritórios.

⚖️ Ou seja, mais de 80% dos advogados trabalham de forma individual ou em pequenas equipes. Por sua vez, menos de 20% atuam com mais de 5 colegas em grandes bancas.

Olha só:

Relatório - tamanho médio de uma equipe de escritório de advocacia em 2023

Agora, outro detalhe fundamental para entender nosso problema de prioridades: o tempo de advocacia.

A pesquisa indica que a maior parte são profissionais com mais de 5 anos de atuação no mercado, ou seja, com mais experiência:

Tempo médio de atuação dos advogados no mercado jurídico em 2023

🤓 Perceba que a maioria dos advogados é experiente, mas atua em equipes pequenas ou, muitas vezes, sozinho. Na prática, vemos que a maioria dos escritórios de pequeno porte costuma ter um perfil de trabalho.

Em primeiro lugar, quem advoga sozinho (ou com poucos colegas) acaba ficando responsável por fazer tudo.

Ou seja, todas as tarefas da advocacia são atribuídas a uma (ou poucas) pessoa(s), o que concentra uma grande carga de trabalho com variedade de atividades. 🧐

Então, um só advogado precisa dar conta da “parte técnica”, que envolve redigir as petições, protocolar, atender aos clientes e coordenar a própria gestão do escritório. Além de também se preocupar com o marketing jurídico e captação de novos clientes.

Aí acontece o grande problema: a priorização das atividades!

Como é necessário fazer o escritório render e cumprir os prazos, é comum que os advogados foquem na parte técnica. Isso explica o fato do peticionamento, redação de peças e atendimentos ocuparem a maior parte do tempo no dia a dia.

Afinal, essa urgência é justificada pela necessidade de atender as demandas, acompanhar os processos e manter o contato com os clientes. Essas são as tarefas que, se não forem feitas, poderão gerar problemas enormes para o escritório.

Com esse cenário, a captação de novos clientes e o marketing jurídico , consideradas as atividades mais importantes, ficam em segundo plano.

4.2) Por que isso acontece?

Posso falar em algumas possibilidades para esse problema de priorização acontecer, mas não é nada concreto, até porque cada advogado tem uma realidade e particularidades.

Um dos possíveis motivos é, de fato, a falta de tempo de quem advoga sozinho ou em pequenos escritórios. Como a agenda é apertada, as tarefas consideradas urgentes, de manutenção dos processos e atendimentos de clientes já existentes, são feitas. ✅

Já as demais, são deixadas de lado, um sacrifício para manter um fluxo de caixa e a viabilidade do escritório.

Outro fator é a falta de segurança ou de confiança em colocar em prática as atividades consideradas mais importantes. 😕

Como tanto o marketing jurídico quanto a captação de novos clientes acabam sendo um investimento em atividades que trazem resultados a longo prazo, alguns advogados optam por focar nas tarefas “presentes”.

Isso até é compreensível, mas fica claro que a advocacia está investindo muito tempo em tarefas que não estão no topo do ranking de importância.

Não estou dizendo que o protocolo de petições, a sua elaboração das peças e os atendimentos não são importantes, porque essas são atividades essenciais para o escritório.

Acontece que o Censo Jurídico 2023 mostrou que os advogados consideram outras tarefas mais importantes para o crescimento do escritório, mas não estão conseguindo dedicar o tempo adequado a elas.

Sem investir tempo e energia em tarefas estratégicas (como marketing, prospecção de clientes, gestão de equipe, implementação de ferramentas para aumento da produtividade etc.), os advogados acabam demorando mais tempo para chegar onde desejam.

Está gostando do artigo? Clique aqui e entre no nosso grupo do Telegram! Lá costumo conversar com os leitores sobre cada artigo publicado. 😊

4.3) Existe alguma forma de melhorar o cenário?

A resposta mais simples seria: focar nas coisas realmente importantes, distribuindo melhor o tempo para conseguir fazer todas as atividades prioritárias.

Mas eu sei que isso é mais fácil de falar do que de fazer. Então, decidi usar um dos dados do Censo Jurídico 2023 para apontar algumas possibilidades para melhorar o cenário.

Reforçando que essa é a minha interpretação das informações, ok? 🤗

Dá uma olhada nesse resultado da pesquisa:

Proporção de advogados que utilizam algum software jurídico

À primeira vista, pode parecer alto o número de advogados que usam alguma ferramenta ou software jurídico. Porém, acredito que seja importante focar na outra parte desse grupo.

❌ Afinal, cerca de 42% dos advogados não usa nenhum recurso tecnológico que poderia ajudar nas tarefas mais técnicas e liberar tempo na agenda, para as atividades consideradas importantes.

Calculadoras, softwares de cálculos, ferramentas de automação, CRM, entre outros recursos, podem agilizar muitas tarefas corriqueiras. Aí sobra mais espaço para o marketing e a captação de novos clientes, por exemplo.

🤔 “Nossa Alê, é verdade! Mas por que isso não acontece?”

Bem, 42% é menos da metade, mas é um número significativo de advogados.

Talvez isso seja explicado pelo fato de que a maioria da advocacia é composta por pessoas que estão há mais tempo na área e podem estar acostumadas a utilizar métodos mais tradicionais de trabalho, certas vezes até com resistência ao uso de novas tecnologias.

Muitos profissionais também consideram que os softwares acabam sendo um investimento alto para o escritório, por isso nem chegam a testar as ferramentas e avaliar o custo-benefício.

Por esses motivos, entendo que o caminho para mudar o cenário e conseguir priorizar as tarefas consideradas importantes passa por se adaptar às novidades tecnológicas que surgiram para auxiliar a advocacia.

Outro ponto muito importante para conseguir colocar em prática os planos de marketing e prospecção de clientes é aprender sobre essas áreas.

Pode parecer básico, mas muita gente acaba procrastinando esses planos por falta de conhecimento ou até mesmo insegurança sobre o que é permitido fazer, o que realmente traz resultados etc.

Então, vamos combinar que a partir de hoje você vai investir pelo menos um tempinho do seu dia em adquirir aprendizado nessas áreas, ok? Até mesmo porque é algo que ninguém ensina na faculdade e faz uma super diferença para o escritório crescer!

😊 Aliás, esse foi um dos motivos pelos quais, com meu novo livro, busco ajudar os colegas a terem mais conhecimento e segurança com o Marketing Jurídico , considerada a tarefa mais importante para os advogados.

Não é fácil lidar com as diferentes redes sociais, dificuldade de se expor, falta de engajamento, normas da OAB…

Afinal, o Marketing Jurídico ainda é um desafio para muitos advogados.

Mas afinal, existe uma fórmula garantida para atrair clientes na internet?

É claro que existe!

Eu compilei todo meu conhecimento de mais de 10 anos trabalhando com marketing jurídico digital e produção de conteúdo jurídico na internet em um guia: o ebook Marketing Jurídico Vencedor: Como Atrair Clientes Online

Meu objetivo com o livro é ensinar a você uma fórmula garantida para que os clientes encontrem você , sempre respeitando as normas da OAB!

Este ebook traz pra você os 5 Pilares da Prospecção Online:

  1. Estratégias para você se destacar online e ser encontrado pelos seus clientes
  2. As novas regras de marketing jurídico da OAB
  3. Marketing Jurídico orgânico: branding, site, SEO, redes sociais, produção de conteúdo, cartão de visitas, WhatsApp, correio eletrônico e mais!
  4. Marketing Jurídico pago: como chegar aos clientes com anúncios de forma ética e eficiente
  5. Tudo o que você precisa para montar e ter sucesso com um escritório de Advocacia digital

👉 Então clique aqui para se tornar um ímã de clientes através da internet! 😉

5) A Matriz Secreta Para Deslanchar o seu Escritório em 2024

Chegou a hora de ver qual é a grande dica que pode ajudar muito a advocacia na organização de tarefas. Afinal, se o problema é a definição de prioridades, uma ferramenta para auxiliar o advogado a definir o que ou não prioritário vale ouro, não é mesmo?

🤓 Estou falando da matriz secreta , que nada mais é que a Matriz de Eisenhower!

Muito tempo atrás eu li sobre essa técnica para organizar as atividades, priorizando o que de fato é importante, e isso ficou na minha mente.

Quando conferi o Censo Jurídico de 2023, logo lembrei da Matriz de Eisenhower e pensei que pode ser um caminho para você deslanchar as tarefas prioritárias do escritório e ganhar eficiência. 😍

A seguir, vou explicar de forma simples o que é ela e depois mostrar exemplos de como usar essa ferramenta a seu favor!

Escritório de advocacia eficiente com matriz de Eisenhower

5.1) Matriz de Eisenhower: o que é e quais as vantagens

🤓 A Matriz de Eisenhower é uma técnica que permite organizar as atividades de acordo com uma classificação de urgência e de importância.

Diante disso, é possível dar prioridade àquelas tarefas que são realmente urgentes e importantes, aumentando a eficiência de qualquer trabalho. O melhor: dá para identificar muito mais fácil o que priorizar.

A matriz tem esse nome porque foi apresentada pelo 34º Presidente dos Estados Unidos, o General veterano da 2ª Guerra Dwight D. Eisenhower.

Posteriormente, Stephen Covey usou os princípios e as ideias de Eisenhower para criar a técnica em si, que é utilizada desde então na gestão de tarefas das mais diversas áreas.

👉🏻 Essa matriz é muito útil porque divide as atividades em 4 diferentes categorias :

  • Tarefas para fazer (To Do);
  • Atividades para agendar e fazer depois (Schedule);
  • Tarefas que podem ser delegadas (Delegate);
  • Atividades para excluir da rotina (Delete) ou fazer no tempo livre.

As vantagens de dividir as tarefas nesses 4 tipos são muitas, porque permitem uma clara visão do que realmente é urgente, do que é importante e do que pode ser delegado. Isso sem contar na possibilidade de simplesmente não fazer alguma atividade (deletar). 😉

Entre os pontos favoráveis , posso citar os principais:

  • Identificar e priorizar as tarefas urgentes (a fazer primeiro) e importantes (a agendar);
  • Melhoria nos índices de produtividade e agilidade do trabalho;
  • Melhor organização;
  • Mais clareza nas atividades necessárias;
  • Resolução mais fácil de problemas que surgirem;
  • Traz um olhar mais racional e menos emocional nas tarefas;
  • Permite tomadas de decisões de uma maneira mais assertiva;

Essas são algumas das vantagens, porque, na prática, a Matriz de Eisenhower é uma grande aliada de qualquer trabalho, inclusive da sua advocacia! 🤗

5.2) Como a Matriz de Eisenhower funciona?

🧐 Como eu disse no tópico anterior, a Matriz de Eisenhower funciona dividindo as atividades em 4 categorias , de acordo com a sua importância e urgência. Essa divisão permite definir as prioridades.

O desenho da matriz fica assim:

🤓 A Matriz de Eisenhower, como você pode observar, é bem simples e trabalha apenas com 2 fatores : a urgência e a importância de uma atividade.

Com base nela, você vai dividir todas as suas tarefas e colocar nos quadrantes corretos, da seguinte forma:

  • Se uma atividade é urgente e importante , fica no primeiro quadrante e deve ser feita na hora (A FAZER – TO DO);

  • Já se a tarefa é importante, mas não urgente , ela fica no segundo quadrante e deve ser programada para fazer depois (A AGENDAR – TO SCHEDULE);

  • Por sua vez, uma atividade urgente, mas não importante deve ser colocada no terceiro quadrante, para ser delegada (A DELEGAR – TO DELEGATE);

  • Finalmente, tarefas que não são nem urgentes, nem importantes devem ser deletadas ou feitas no tempo livre, se disponível (DELETADAS – TO DELETE).

Para isso, é fundamental se questionar quais são as atividades do seu escritório que são urgentes e importantes. Aí é possível encaixar elas nos quadrantes e determinar quais são as prioridades. 😊

5.3) Mas tudo o que é importante não é também urgente?

Boa pergunta, muitos de fato tem essa dúvida. Mas existem diferenças bem marcantes entre a importância e a urgência de uma tarefa.

🧐 O que é importante está ligado a objetivos, metas e outras atitudes que vão ajudar você a alcançar as suas aspirações, mas pensando em médio/longo prazo. O que é urgente é o que está no limite do prazo, devendo ser entregue em breve.

Deu para notar a diferença?

Nem tudo o que é importante é também urgente. Da mesma forma, nem sempre o que é urgente será também importante.

Além disso, os prazos para fazer as atividades precisam ser levados em conta na definição. 🗓️

Por exemplo, vamos imaginar uma manifestação sobre um laudo em perícia médica de uma ação previdenciária e a participação em cursos de Direito Previdenciário.

A petição já está com um prazo próximo do limite e precisa ser feita em no máximo 2 dias para evitar a preclusão. A redação e a petição dessa peça podem ser consideradas tarefas urgentes e importantes.

Então elas estão no primeiro quadrante e devem ser feitas imediatamente. ✅

Por outro lado, a participação nos cursos de Direito Previdenciário é também bastante relevante para a sua atuação, então ela é importante. Mas como existem várias datas possíveis, isso não é urgente!

Essa atividade, então, entra no segundo quadrante e pode ser agendado para uma data futura. 😉

5.4) Outra forma de pensar a Matriz de Eisenhower

Para quem tem dificuldade em identificar o que é importante, o que é urgente e em que lugar da Matriz colocar cada atividade, existe outra alternativa que facilita isso bastante.

🤓 Pense no que você pode fazer e no que pode delegar para outras pessoas, também naquilo que é possível treinar alguém para fazer , além do que não precisa ser feito por ninguém.

A Matriz pode ser entendida assim também:

Usando essa interpretação junto com a própria Matriz de Eisenhower, você consegue definir melhor quais são as atividades e tarefas prioritárias. Aí fica mais fácil encaixar cada uma delas no quadrante correto e planejar sua atuação. 🤗

5.5) Matriz de Eisenhower na advocacia: funciona?

Agora expliquei a dica de ouro do artigo de hoje, que é a Matriz de Eisenhower, você pode estar se perguntando: mas será que isso funciona mesmo?

⚖️ Posso dizer que sim! Essa ferramenta aplicada aos escritórios pode fazer uma grande diferença e solucionar o problema que o Censo Jurídico mostrou: a falta de priorização das tarefas.

Para demonstrar isso, vou colocar aqui um exemplo de como podemos usar a Matriz para definir as prioridades de um escritório.

👉🏻 Olha só:

  • Peticionar em casos particularmente delicados, redigir peças específicas e fazer consultas com clientes – urgente e importante (fazer);

  • Marketing jurídico e prospecção de novos contratantes – importante, não urgente (agendar);

  • Peticionamento em geral e redigir peças na grande maioria dos casos – urgente, não importante (delegar);

  • Procrastinação em redes sociais, WhatsApp; “retrabalho”, ir diversas vezes em um local quando poderia juntar tudo em uma viagem só por falta de planejamento; reuniões desnecessariamente longas; tarefas repetitivas, contatos com clientes que podem ser automatizados – não urgentes e não importantes (deletar).

Seguindo essa pequena lista e comparando com os resultados do Censo, dá para notar que os advogados até fazem o que é urgente na maioria das vezes (petições e atendimentos). Só que eles acabam deixando de lado o que é importante. 😕

Isso compromete as metas de longo prazo, como o crescimento do escritório com mais alcance do Marketing Jurídico e a prospecção de novos clientes.

🧐 Ao priorizar as tarefas com a Matriz de Eisenhower, é possível, como mostrei na lista acima, que você delegue para outro advogado ou para uma ferramenta a redação de petições e o próprio peticionamento. Atividades urgentes , mas não importantes.

Claro que casos específicos e delicados ainda seriam de responsabilidade direta, mas em muitas ocasiões é possível essa delegação.

🤔 “E o que ganho com isso no escritório, Alê?”

Tempo! Ao delegar as atividades não importantes, ainda que urgentes, você pode executar as programadas/agendadas , que são de fato importantes.

Ou seja, ao distribuir a redação de peças e o peticionamento para um colega ou um estagiário, por exemplo, é possível alocar o tempo para desenvolver conteúdos de Marketing Jurídico. 😉

6) Tecnologias aliadas da produtividade dos escritórios

Eu não poderia ir para conclusão sem fazer uma reflexão quanto às possíveis dificuldades em aplicar na prática a teoria da Matriz de Eisenhower.

🧐 A delegação de tarefas nem sempre é algo possível em pequenos escritórios e menos ainda quando se trabalha sozinho. E essa, segundo o Censo, é a realidade da maioria dos advogados.

Isso pode ser um obstáculo, mas também pode ser visto como uma oportunidade de ampliar a equipe e adotar novas tecnologias. Parcerias, contratação de estagiários e uso de ferramentas são soluções para esse tipo de problema.

Aliás, muitas das tarefas repetitivas podem ser delegadas para execução por meio de softwares jurídicos. 😊

Especialmente atividades como a gestão de tarefas, os cálculos jurídicos, a parte financeira e o CRM podem ser atribuídos a essas ferramentas. Isso sem contar na possibilidade de usar a Inteligência Artificial como uma “parceira” da advocacia.

Então, minha dica é que você tire um tempo para estudar quais são os recursos que podem lhe ajudar no dia a dia e teste eles na prática.

Dominar essas ferramentas permite adequar sua agenda, sobrando mais tempo para se dedicar a atividades mais estratégicas (como o marketing e a prospecção), que vão impactar o escritório a longo prazo!

Particularmente, gosto bastante do software do Cálculo Jurídico, porque é muito fácil de usar e as funcionalidades são bem completas. Se você ainda não conhece, vale a pena conferir (inclusive, tem várias ferramentas gratuitas que facilitam demais a nossa vida). 🤗

👩🏻‍⚖️👨🏻‍⚖️ Ah! Antes de encerrar, quero deixar uma dica especial aos colegas previdenciaristas. Acabei de publicar um artigo sobre o Tema n. 1.277 do STF, que discute a inconstitucionalidade da competência dos Juizados Especiais Federais.

É um assunto complexo, mas tentei destrinchar ao máximo, para você saber exatamente os impactos que pode causar nas ações!

7) Priorize o que é mais importante para o seu escritório!

🧐 Entre tantas lições que podemos tirar do Censo Jurídico 2023, uma delas é fundamental: as prioridades precisam ser definidas da melhor maneira possível!

Do contrário, por mais esforço que o advogado empenhe, não será possível se dedicar de maneira satisfatória a tarefas consideradas de maior importância, como o marketing jurídico e a captação de novos clientes.

🤓 No artigo de hoje, você viu que as atividades mais importantes de um escritório segundo o Censo não são aquelas que tomam mais tempo dos advogados. E isso gera consequências a longo prazo.

Para resolver a questão, compartilhei uma dica de ouro: a Matriz de Eisenhower. Espero que ela lhe ajude a definir o que deve ser feito agora, o que pode ser agendado, o que será alvo de delegação e o que pode ser deixado de lado.

Usando essa ferramenta para definir as prioridades desde já, tenho certeza que o crescimento do seu escritório vai deslanchar em 2024! 🤗

Aliás, não esquece de conferir o ebook Marketing Jurídico Vencedor: Como Atrair Clientes Online.

👉 Clique aqui para se tornar um ímã de clientes através da internet! 😉

Fontes

Além dos conteúdos já citados e linkados ao longo deste artigo, também foram consultados:

Censo Jurídico – 2023

Censo Jurídico – Versões Anteriores

O Raio-X do advogado brasileiro em 2023

Matriz de Eisenhower: como priorizar os seus afazeres

PRODUTIVIDADE com a MATRIZ de EISENHOWER

Alessandra Strazzi

Alessandra Strazzi

Advogada por profissão, Previdenciarista por vocação e Blogueira por paixão.

Deixe um comentário aqui embaixo, vou adorar saber o que você achou!


Artigos relacionados